SSP e Febraban definem ações contra assaltos a bancos

caixaexplosaoEm atendimento a uma antiga solicitação da Secretaria da Segurança Pública do Estado (SSP), a Federação Brasileira dos Bancos (Febraban) participará da divisão de tarefas, para evitar ou, pelo menos, dificultar ataques às agências de estabelecimentos bancários no estado. Na quarta-feira (12), o secretário Maurício Teles Barbosa se reuniu, na sede da SSP, em Salvador, com o diretor de Operações e Negócios da Febraban, Leandro Vilain, quando discutiram a presença da entidade na prevenção e repressão a assaltos a bancos, notadamente no interior, onde a prática é mais recorrente.

Apesar da queda no número de arrombamentos (tentados e consumados) a terminais de autoatendimento entre 2014 e 2015, período de 1º de janeiro a 9 de agosto, quando foram registradas 142 e 134 ocorrências respectivamente, Barbosa destaca a importância da ajuda da instituição para reduzir ainda mais o número de casos.

“Não é apenas da SSP a responsabilidade de cuidar para que não aconteçam novos registros. Os bancos e os municípios também devem entrar em ação nas suas áreas de atuação”, enfatiza Barbosa. Para o secretário, a instalação de itens de segurança e a mudança de caixas eletrônicos para equipamentos mais modernos são medidas que devem ser adotadas pelos bancos. “Já ficou comprovado que há terminais mais difíceis de serem acessados”.

Ele disse ainda que estão em andamento inúmeras operações de inteligência com o objetivo de desarticular quadrilhas especializadas neste tipo de crime, “sem descartar, entretanto, a importância da prevenção, que deve começar nas agências”. O encontro resultou na criação de um grupo de trabalho, formado por integrantes da SSP e da Febraban. “Estamos dispostos a colaborar para a melhora dos números. Tivemos experiências positivas em outros estados, como São Paulo, e vamos adotá-las também na Bahia”, afirmou o diretor da Febraban, Leandro Vilain. A entidade é responsável por construir um plano de ações, objetivando reduzir efetivamente, a curto prazo, os assaltos a bancos.

A Febraban também irá repassar para a SSP o georreferenciamento de todos os terminais de autoatendimento existentes no estado. “É um levantamento que só conseguimos finalizar em junho deste ano”, esclareceu Vilain. A identificação dos locais de instalação dos TAAs garantirá maior agilidade na chegada da polícia em casos de ataque, além de auxiliar na prevenção e de permitir um monitoramento mais efetivo. As primeiras regiões que vão receber ações conjuntas da SSP e Febraban serão definidas levando em conta a mancha criminal dos ataques.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

FOLLOW @ INSTAGRAM