Deputado quer criar o “Bolsa Arma”

major-araujoContestações a respeito do Estatuto do Desarmamento já geraram neste ano debates acalorados no Congresso Nacional. A discussão, porém, também gera ideias nos estados. Uma delas está na Assembleia Legislativa de Goiás (Alego) e já gerou controvérsia por lá: a criação do ‘Bolsa Arma’, um programa para o governo ajudar o cidadão a adquirir a sua arma de fogo.

O autor da proposta, apresentada em junho deste ano, é o deputado estadual Major Araújo (PRP). Ele explicou a motivação do seu projeto. “Esta proposta é voltada para o pai de família que não tem condições de comprar uma arma de fogo para garantir a segurança própria e de seus parentes. O subsídio para adquirir uma arma de fogo será estimado no valor de R$ 1 mil reais. É relevante que este pai tenha pelo menos chance e dignidade de defender seus entes queridos”.

A proposta prevê seguir o que já manda o Estatuto do Desarmamento no que diz respeito aos requisitos para a aquisição de uma arma de fogo no Estado: possuir idade mínima de 25 anos; comprovar residência em Goiás; não possuir passagem pela polícia; comprovar sanidade mental; participar de curso para manusear uma arma; e não possuir outro registro prévio de arma de fogo.

Na justificativa do projeto, Major Araújo afirma que é preciso agir para que “o pai de família não morra como uma ovelha na mão dos marginais”, tendo com a ajuda do Estado o direito de comprar uma arma de fogo “para defender a sua própria família”, já que “garantir a segurança e a paz da população é obrigação do Estado”. (Com informações do Brasil Post)

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

FOLLOW @ INSTAGRAM