Lessa sugere polícia especializada na prevenção de crimes contra taxistas

lessa01Na quarta-feira (08), Dia do Taxista, o vereador Arnando Lessa (PT) apresentou, na Câmara Municipal de Salvador, um projeto de indicação no qual solicita ao Governo da Bahia e à Polícia Militar a extensão e ampliação da Operação Gêmeos na prevenção aos assaltos contra taxistas, ou a criação de uma Companhia na Polícia Militar da Bahia especializada.

A proposta também serviria para coibir o alto número de veículos clandestinos que rodam na capital baiana para competir, deslealmente, com os cerca de 7 mil táxis regulares. Atualmente, a Operação Gêmeos atua na prevenção de assaltos a coletivos.

Segundo Lessa, os taxistas não dispõem do Estado, nem da Prefeitura de Salvador, instrumentos de segurança no combate e na prevenção aos constantes crimes aos quais eles têm sido vítimas.

“Temos visto em todo momento a imprensa noticiar assassinatos de taxistas. Sabemos também que eles são assaltados com frequência e são poucos os instrumentos para coibir estes crimes. No caso dos ônibus, existe além da Operação Gêmeos, o Grupamento de Combate a Roubo em Coletivo na SSP, além de uma delegacia especializada”, comparou o vereador.

Em menos de um mês, dois taxistas foram assassinados. No dia 5 de julho, Carlos André Castilho dos Santos, de 36 anos, foi morto no bairro do Stiep. Já no dia 25 de junho, a vítima foi Antonio Carlos Silva Santos (52). Ambos deixaram mulher e filhos.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

FOLLOW @ INSTAGRAM