“Vai ficar na vontade de ser presidente do Brasil”, diz Valmir sobre ato falho de Aécio

valmir_assuncaoO deputado federal Valmir Assunção (PT-BA), não deixou passar o ato falho do senador Aécio Neves (PSDB-MG), que repercutiu em todo o país. Em pronunciamento na Câmara Federal, nesta terça-feira (07), o petista disse que Aécio tem tanta vontade de ser presidente da República, que disse ter sido reeleito presidente, quando na verdade foi reconduzido à presidência do PSDB, no final de semana, durante convenção do partido, em Brasília. “Para mim não foram erros de Aécio. Primeiro, ele disse que ‘o PSDB é o maior partido de oposição ao Brasil’. Acredito que não esteja errado, Aécio estava falando com toda a convicção. Segundo, quando disse que foi ‘reeleito presidente do Brasil’. Isso é tanta vontade de ser presidente da República, mas não tem jeito, vai ter que aguardar um pouco mais. Acredito que o PSDB vai escolher José Serra para ser candidato e Aécio vai ficar na fila, aguardando quem sabe um dia se tornar presidente. Com o discurso que ele faz nunca será, porque o povo é inteligente”.

Assunção também criticou o projeto de reforma política que entrou no segundo turno na Câmara Federal. Para ele, essa nova fase da apreciação deve ser um momento para “todos os deputados terem bom senso e uma nova chance de reverem o voto dado pela aprovação”. “Temos que iniciar essa discussão do segundo turno e reprovar o financiamento empresarial nas campanhas eleitorais. Os mandatos parlamentares devem pertencer ao povo e não às empresas. É preciso construir no Brasil outra forma de fazer política para fortalecer os partidos, com cada vez mais transparência para a sociedade e que as pessoas se elejam para cargos públicos não pela quantidade de dinheiro que tenham, mas pela representatividade diante da população brasileira”, frisa Assunção. O petista completa dizendo que “o que existe atualmente é justamente o poder econômico determinando, na grande maioria dos parlamentares, quem se elege”.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

FOLLOW @ INSTAGRAM