Salvador: projetos fixam temperatura adequada a clínicas e escolas

temperaturaCom o objetivo de assegurar maior conforto aos usuários de estabelecimentos de saúde e escolas no município de Salvador, o vereador Claudio Tinoco (DEM) apresentou na Câmara Municipal, respectivamente, os projetos de lei nº 175/15 e nº 176/15, obrigando-os a manter a temperatura ambiente de 20 a 23 graus. As proposições levam em conta as determinações da Norma Regulamentadora nº 17, do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE).

“Salvador é uma cidade de clima tropical, marcada por suas altas temperaturas durante todos os meses do ano, cujos índices variam entre 34ºC e 24ºC, durante o verão, e 26ºC a 18ºC, no inverno. Esse calor excessivo, muitas vezes, acaba implicando em desconforto para as pessoas, e, nos estabelecimentos de saúde não climatizados, o incômodo gerado pelas altas temperaturas pode influenciar diretamente na recuperação dos pacientes”, argumenta Tinoco.

A climatização em hospitais e outras unidades do gênero, segundo o vereador, representa uma questão de saúde: “O ar condicionado nesses ambientes precisa ser capaz de garantir a melhora na qualidade do ar, contribuir no tratamento das pessoas, assim como no combate a transmissão aérea de doenças, reduzindo os riscos de infecções”.

A mesma avaliação justifica o projeto voltado para a climatização das escolas, onde o calor influencia diretamente no aprendizado dos alunos e na atuação dos professores. Claudio Tinoco acrescenta pesquisas que apontam que o nível de concentração e aprendizado de cada aluno também sofre influência do desconforto em sala de aula, podendo interferir diretamente na perda de foco dos estudantes.

“A climatização desses ambientes evita que janelas e portas fiquem abertas, reduzindo, assim, drasticamente, o nível de barulhos e ruídos que invadem ininterruptamente as salas de aulas e atrapalham o aprendizado”, observa o autor das proposições.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

FOLLOW @ INSTAGRAM