Nordeste e Sudeste não estão livres da crise hídrica, diz meteorologista

secaA crise hídrica no Sudeste e no Nordeste ainda não terminou, e os reservatórios de água das duas regiões, tanto para abastecimento humano como para geração de energia elétrica, poderão entrar em colapso, no próximo ano, caso a estação chuvosa do verão fique abaixo da média histórica.

O alerta foi feito nesta terça-feira (09), na Câmara dos Deputados, pelo meteorologista Carlos Nobre, uma das principais referências do País em estudos sobre mudanças climáticas.

O Nordeste e o Sudeste são as duas regiões mais populosas do País, abrigando quase 70% da população brasileira. Desde 2012, os estados nordestinos convivem com a seca mais severa das últimas décadas. Já os estados do Sudeste passaram a enfrentar o problema a partir de janeiro do ano passado, que atingiu mais severamente a região metropolitana de São Paulo.

De acordo com Carlos Nobre, a meteorologia não tem como prever com tanta antecedência como será a próxima estação chuvosa nas duas regiões. A dificuldade obriga a adoção de medidas urgentes, principalmente para economizar água. “Temos que trabalhar com essa incerteza. A prudência e o princípio da precaução recomendam a máxima economia de água”, disse.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

FOLLOW @ INSTAGRAM