Outorga onerosa ainda rende discussões. MPE foi acionado por suplente de vereador

cms_prParece que o ex-vereador Alcindo Anunciação (PT) ainda atua nos bastidores como se estivesse no plenário da Câmara Municipal de Salvador. Conhecido como “tranca pauta”, Alcindo entrou com uma representação no Ministério Público Estadual (MPE) contra a aprovação do projeto de lei do Executivo de Salvador que tratava da outorga onerosa e do Fundurbs.

Ao MPE, Anunciação alegou que o direito de construir é um dos instrumentos de política urbana regulamentados pelo Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano de Salvador (PDDU) em lei de 2008 .

Na representação, Alcindo afirma que a outorga não pode ser alterada através de lei ordinária “tampouco em regime de urgência, e ainda sem a prévia autorização legislativa para que se procedam os estudos que nortearão a sua ‘modificação’.

Pelo visto, o prefeito ACM Neto está encontrando resistência fora da bancada de op0sição, onde tem transitado com facilidade.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

FOLLOW @ INSTAGRAM