CTB convoca sua militância para Dia Nacional de Paralisação que será na sexta (29)

ctbAs centrais sindicais CTB, CUT, CSB, CSP-Conlutas, Intersindical, Nova Central e UGT já estão mobilizadas para o próximo dia 29, Dia Nacional de Paralisação e Manifestações em defesa da democracia e dos direitos trabalhistas, rumo à greve geral. A atividade, que será realizada de maneira descentralizada, deve incluir todas as categorias, inclusive nos transportes, em todo o país, contra o projeto de lei da terceirização.

O presidente nacional da CTB, Adilson Araújo, convocou uma mobilização nacional de toda a militância, em todos os estados. “Cabe ao movimento sindical classista mobilizar as suas bases e intensificar o enfrentamento do PL 4330 (agora, no Senado, PLC 30) e de toda a agenda regressiva que ameaça direitos sociais e trabalhistas”.

Em reunião das centrais para planejamento dos atos, o secretário-geral da CTB, Wagner Gomes, afirmou que as centrais reafirmaram a importância da unidade de ação na defesa dos direitos trabalhistas. Nesta terça-feira (19), os assessores jurídicos das entidades  se reuniram no Dieese para uma análise técnica do PLC 30, o projeto de lei sobre terceirização, que passou na Câmara (sob o número 4330) e agora tramita no Senado. O diretor técnico do Dieese, Clemente Ganz Lúcio, que participou da reunião com as centrais, disse que o projeto requer uma “análise jurídica cuidadosa” para subsidiar as centrais durante as discussões no Senado.

Wagner destacou que, diferentemente da tramitação feita na Câmara, que classificou como um “trator” contra os trabalhadores, o projeto será debatido em cinco comissões no Senado. “As centrais sindicais vão participar dos debates e precisam estar preparadas, com argumentos bem fundamentados, para disputar o voto dos parlamentares mostrando que a terceirização é um desastre para os trabalhadores”, afirmou Wagner. A próxima reunião das centrais está agendada para sexta-feira (22), na sede da CUT, com a presença de representantes de movimentos sociais.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

FOLLOW @ INSTAGRAM