Noventa mil documentos estão esquecidos em postos da Rede SAC

sac_bahiaOs postos da Rede de Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC) estão com mais de 90 mil documentos que já deviam ter sido retirados pelos solicitantes. São carteiras de motorista, de trabalho, cédulas de identidade, passaportes e outros documentos emitidos e esquecidos nas unidades de Salvador e interior do estado. Para retirá-los, basta se dirigir ao posto onde o serviço foi solicitado, portando o protocolo de atendimento ou documento de identificação, e procurar o setor de entrega de documentos ou o órgão emissor.

Entre os documentos, a Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS) registra o maior volume, com 58.552 esquecidas. Algumas carteiras foram emitidas em 2002 e até hoje não foram recolhidas pelos donos. Também estão disponíveis para entrega 23.453 carteiras de identidade (RG), 7.177 carteiras nacionais de habilitação (CNH) e 7.177 passaportes.

A maior parte dos documentos está nos 37 postos localizados no interior – 63.012 no total -, enquanto as unidades de Salvador e região metropolitana acumulam pouco mais de 27 mil. Somente o SAC de Itaberaba tem mais de sete mil documentos esquecidos. Em Salvador, o posto localizado no Shopping Barra acumula mais de 6,5 mil.

“O abandono desses documentos gera problemas operacionais, além de custo para o Estado com o armazenamento e também prejuízo ao cidadão, que pagou pelo serviço e não retornou para pegar”, explica Cláudio Costa, da diretoria operacional da Rede SAC. Segundo ela, a última convocação resultou na redução do número de documentos abandonados, que chegou a 200 mil no ano passado.

[DDET Fique ligado nos prazos:]

As carteiras de trabalho devem ser retiradas pelos cidadãos no prazo de 15 dias após a solicitação. Para as cédulas de identidade, o prazo é de dez dias e, após seis meses, o documento é devolvido ao Instituto Pedro Melo e destruído. Já a CNH tem limite de oito dias após todos os exames.

A emissão de documentos como carteira de trabalho, título de eleitor e Cadastro de Pessoa Física (CPF) é gratuita. No caso da carteira de identidade e CNH, por exemplo, as taxas são de R$ 29,80 e R$ 143 respectivamente.

A empresária Rita Oliveira ficou atenta às informações no site do SAC e buscou a habilitação antes mesmo do prazo. “Consultei via internet, vi que estava impressa e vim buscar. Não dá pra esquecer porque na nossa vida tudo é prioridade, inclusive, os documentos”. [/DDET]

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

FOLLOW @ INSTAGRAM