Comissão de Direitos Humanos ouve reivindicações dos peritos criminais

galogaloDurante reunião ordinária da Comissão de Direitos Humanos e Segurança Pública da Assembleia Legislativa da Bahia, presidida pelo deputado estadual Marcelino Galo (PT), nesta terça-feira (12), um grupo de peritos criminais, aprovados no concurso público do estado, reivindicaram apoio dos deputados para que tenham um curso de formação única que os prepare para atuar no serviço público e servir à sociedade.

O último concurso realizado no estado, de acordo com os 11 peritos presentes na plenária, foi em 2005. Ainda de acordo com eles, 119 aprovados aguardam convocação, sendo que desses apenas 40 foram chamados inicialmente para o curso de formação. Um documento foi entregue ao deputado Marcelino Galo, que se comprometeu em levar a reivindicação dos trabalhadores aos secretários de Segurança Pública e de Administração do estado. A participação dos peritos na reunião foi aprovada pelos deputados membros da comissão.

“Vamos apresentar a solicitação que nos foi entregue pelos peritos hoje aos secretários Mauricio Barbosa e Edelvino da Silva Góes Filho. Não há dúvidas de que o curso de formação é fundamental para que os servidores estejam habilitados a exercer a função e servir a sociedade. Há empenho do Estado nisso”, afirmou Galo. A Bahia conta atualmente com 212 peritos vinculados ao Departamento de Polícia Técnica do Estado. Os 119 aprovados no concurso público deverão atuar no interior do estado.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

FOLLOW @ INSTAGRAM