Força Sindical Bahia abdica da festa do 1º de Maio

sintepav_forcaO Massacre de Chicago, no 1º de maio de 1886, nos Estados Unidos, é um marco das grandes lutas dos trabalhadores. Naquele fatídico dia, durante uma manifestação que reivindicava melhoria das condições de trabalho,vários tiros foram disparados e bombas foram lançadas contra a multidão. O saldo foi de seis mortos, 50 feridos e mais de 100 trabalhadores presos.

 No Brasil, esta data foi consolidada em 1925. Porém, foi no governo de Getúlio Vargas que as principais medidas em benefício e proteção do trabalhador passaram a vigorar com a publicação da CLT. Hoje, ao recordarmos este dia, devemos refletir sobre o sentido de nossas lutas, pois durante todos esses anos a classe operária foi acumulando vitórias e enfrentando a repressão das classes dominantes para conquistar as suas reivindicações.

 O Brasil vive um momento de turbulência, com risco eminente dos trabalhadores perderem direitos com o PL 4330 e as Medidas Provisórias 664 e 665, alta inflação, desemprego, aumento da gasolina, pífio crescimento econômico, entre outros fatores. Devido a essa constatação alarmante, a Força Sindical Bahia decidiu abdicar do tradicional clima de festa na celebração do 1º de Maio.

 O momento é de reflexão e de luta pelo emprego e pela manutenção de direitos sociais e econômicos. A atual conjuntura exige unidade de ação entre o movimento sindical, além de debates com toda a sociedade. A união é imprescindível para defendermos as nossas históricas conquistas e bandeiras, como a redução da jornada semanal de trabalho sem redução salarial, o fim do Fator Previdenciário, juros menores, recuperação do poder de compra das aposentadorias e pensões, além de enfrentarmos as atuais dificuldades. Só com essa unidade de ação alcançaremos novas conquistas, além de mostrarmos que temos lado: o dos trabalhadores. Viva os trabalhadores, pois a nossa luta nunca cessa! Viva o 1º de Maio!

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

FOLLOW @ INSTAGRAM