Lessa defende intensificação da coleta de lixo pela prefeitura em bairros populares

lessa c1“O prefeito e o governador estão no caminho certo, ao se unirem nesse momento. Precisam, agora, elaborar um plano de ação concreta de contenção de encostas, de micro e macrodrenagem, além de um projeto de saneamento da capital baiana. Nós vamos votar o projeto de auxílio-moradia, mas queremos que essa discussão seja aprofundada”. A declaração foi feita pelo vereador Arnando Lessa (PT), em sessão da Câmara de Vereadores, nesta terça-feira (28), em relação ao projeto do Executivo Municipal para dar às vitimas de desabamentos o auxílio-moradia.

Para o vereador, além destas ações por parte dos poderes públicos, é necessário a intensificação da coleta de lixo por parte da prefeitura nos bairros periféricos. “Antigamente tinham os sacolões e os agentes comunitários, que acabaram. Então as pessoas jogam o lixo de qualquer jeito e isso obstrui os canais e facilita os deslizamentos”, acrescentou.

De acordo com o vereador, que é presidente da Comissão de Planejamento Urbano e Meio Ambiente da Câmara, é preciso campanhas para conscientizar a população da importância de jogar o lixo nos locais adequados. “Além disso é preciso que o poder público fiscalize não só a coleta de lixo, mas as vegetações. Todas essas questões precisam ser administradas dentro de um plano, não é algo que se faz esporadicamente”, pontuou.

É preciso parar, e no sofrimento, elaborar com Estado e União, um plano de contenção de encostas e de micro e macrodrenagem. Enquanto isso não for feito, as casas vão cair, os deslizamentos de terra e os alagamentos vão acontecer nos mesmos locais, todos os anos”, declara Lessa. Segundo ele, tem sido muito visto e propagado pela prefeitura de Salvador os constantes asfaltamentos de ruas na capital, no entanto, as obras estão sendo realizadas sem drenagem. “Se asfalta rua a torto e a direito e não se faz drenagem. A absorção da água diminui, os canais enchem cada vez mais, os alagamentos pioram”, destacou.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

FOLLOW @ INSTAGRAM