“Obras inacabáveis e degradação devem ser para Governo justificar privatização de aeroporto de Salvador”, diz Tinoco

tinocoprO vereador Claudio Tinoco (DEM) criticou, na tarde desta quarta-feira (22), as obras que já perduram há mais de três anos no aeroporto Luís Eduardo Magalhães, prejudicando o turismo e a economia em Salvador e na Bahia. “Depois de mais de 3 anos de obras inacabadas, que deveriam ser entregues para a Copa do Mundo, o governo agora quer privatizar o aeroporto. Esse é o atestado da ineficiência da Infraero na era PTista, causando prejuízos ao turismo e à economia da cidade, além de transtornos para passageiros, familiares e trabalhadores do terminal”.

 Segundo o 2° vice-presidente da Câmara Municipal de Salvador, enquanto o prefeito ACM Neto investe na promoção de Salvador na Europa para atrair visitantes e ampliar a movimentação econômica, o governo prejudica Salvador e a Bahia. “A inoperância do governo na execução de obras na capital baiana inaugura mais um capítulo ruim para o turismo. Salvador acaba de ser excluída da lista tríplice da empresa aérea Tam, que montará um hub (centro de distribuição de voos) no Nordeste. As ‘obras inacabáveis’ fez com que perdêssemos a oportunidade para Natal, Recife e Fortaleza”.

 O democrata criticou ainda os problemas na infraestrutura do aeroporto. “Na semana passada, muitos voos foram desviados de Salvador porque a pista sofreu uma ruptura no asfalto, impedindo pousos e decolagens. O número insuficiente de esteiras faz com que passageiros esperem mais tempo pelas bagagens do que o tempo de viagem e é comum os casos de goteiras, vazamentos e sujeira nos banheiros”.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

FOLLOW @ INSTAGRAM