Congresso é responsável por aumento do Fundo Partidário

congresso 2O líder do Partido dos Trabalhadores no Senado, Humberto Costa (PE), rebateu, na quarta-feira (22), as críticas de parlamentares à sanção da presidenta Dilma Rousseff da proposta que aumenta os recursos destinados ao Fundo Partidário. O texto, aprovado pelo Congresso Nacional em abril, consta na Lei Orçamentária de 2015.

“Chama a atenção o fato de parlamentares criticarem esse aumento quando, na ocasião de sua aprovação, anuíram com a proposta”, avaliou Costa. “Em primeiro lugar, não foi a presidenta quem aumentou os recursos do Fundo, mas o Congresso, que aprovou a medida por unanimidade”, criticou o senador.

O aumento dos recursos do Fundo Partidário de R$ 289,5 milhões para R$ 867,5 milhões foi aprovado pelos parlamentares no dia 17 de abril e sancionado por Dilma no dia 20 do mesmo mês. Para Humberto Costa, o Congresso Nacional poderia apoiar o ajuste fiscal proposto pelo governo federal ao abrir mão de parte dos recursos destinado às emendas parlamentares.

“Só para os novos parlamentares, que sequer têm direito ao orçamento impositivo, são R$ 10 bilhões previstos no orçamento para contemplar suas emendas”, destacou o líder petista.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

FOLLOW @ INSTAGRAM