Regulamentar a terceirização significa beneficiar trabalhadores, afirma tucano

psdbO plenário da Câmara contou com o apoio do PSDB para aprovar, na noite desta quarta-feira (8), o texto-base do projeto que regulamenta a terceirização no setor privado e para as empresas públicas, de economia mista, suas subsidiárias e controladas na União, nos estados, no Distrito Federal e nos municípios. A análise de emendas e destaques ficou para a próxima semana.

O 1º vice-líder tucano na Casa, Nilson Leitão (MT), lamentou as tentativas da bancada do PT de derrubar a proposta. Segundo ele, os petistas deveriam demonstrar essa mesma preocupação com a “lambança” feita diariamente pela presidente Dilma. “O PT se perdeu de vez. Sua agenda sumiu do mapa, junto com a presidente. Só não desaparecem as lambanças, que surgem todos os dias”, criticou.

Para Leitão, a intenção do PT de “demonizar” o projeto da terceirização vai na contramão dos interesses do país. “O PT terceirizou o dinheiro do BNDES para construir em outros países metrô, usina hidroelétrica e porto. A presidente terceirizou médicos trazendo os cubanos”, destacou. O texto aprovado também regulamenta obrigações de empresas contratantes e terceirizadas; exige que a contratante fiscalize o pagamento de encargos trabalhistas pela terceirizada; e obriga as fornecedoras de mão de obra a serem especializadas em um segmento.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

FOLLOW @ INSTAGRAM