“Não há disputa pela presidência da Comissão Especial do Carnaval”, afirma Lessa

lessa c1O vereador Arnando Lessa (PT), presidente da Comissão Especial do Carnaval, esclarece que não há disputa pela presidência do colegiado, que foi instalado em 26 de março deste ano conforme ato nº 006/2015 da Presidência da Câmara Municipal, e teve ata de eleição da presidência e vice-presidência (vereador Euvaldo Jorge), e das respectivas posses, publicada no Diário Oficial do dia 01 de abril de 2014. “Não há disputa pois só existe uma comissão constituída”, afirma.

O vereador reitera que o Carnaval da capital baiana continua sendo uma prioridade da Casa e que, à frente do colegiado de caráter temporário, conta com a participação dos vereadores de diversos partidos e com o apoio fundamental do presidente do legislativo municipal, vereador Paulo Câmara (PSDB).

Lessa esclarece, ainda, que foi de sua autoria o primeiro requerimento do ano (01/2015) solicitando a instalação do colegiado. O requerimento foi votado e aprovado em plenário este ano. “Essa Comissão foi aprovada e apoiada pela maioria esmagadora dos partidos, da presidência da Casa e teve os seus membros indicados pelos partidos e pelo PT, através da líder da legenda, Vânia Galvão, que indicou meu nome, e os dos vereadores Suíca e Moisés Rocha”, destacou Lessa.

A comissão anterior havia sido destituída por meio de decreto e apresentação, no em dezembro de 2014, do relatório final pelo ex-presidente, vereador Henrique Carballal. “Se não for assim, a Comissão temporária, que funcionou por dois anos, se tornaria definitiva, o que seria uma anomalia legislativa”, acrescentou o atual presidente da Comissão Especial do Carnaval.

 Além disso, conforme o regimento interno da Casa, qualquer comissão temporária é automaticamente destituída quando apresentado seu relatório final. Caso o vereador Henrique Carballal tivesse interesse em dar continuidade aos trabalhos realizados, ele deveria, ainda conforme estabelece o regimento, ter feito a solicitação através de requerimento, o que não ocorreu. “A comissão anterior prestou um grande apoio ao carnaval e agora continuaremos o trabalho. Espero contar com o apoio dos colegas que fazem do carnaval uma bandeira”, esclareceu Lessa. O vereador ressalta, ainda, que todos os relatórios finais da Comissão, criada em 2013, foram enviados aos membros que fizeram parte do colegiado e também ao presidente da Casa, Paulo Câmara (PSDB).

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

FOLLOW @ INSTAGRAM