Empregados da Embasa deflagram greve nesta segunda (30)

atenção Em assembleia realizada na última quinta (26), à noite, no auditório do Sindae, trabalhadores (as) da Embasa decidiram por unanimidade fazer uma paralisação de advertência por 24 horas na próxima segunda-feira (30), em protesto contra o atendimento prestado pelo plano de saúde da empresa. Toda a categoria deve se mobilizar para que a paralisação tenha sucesso, pressionando pela melhoria dos serviços que, na situação atual, estão afetando a saúde de mais de 13 mil vidas (titulares e dependentes).

A decisão foi tomada em razão de vários problemas no atendimento oferecido pelo plano de saúde, sobretudo devido à insuficiência da rede disponibilizada (clínicas e hospitais). Não estão descartados novos protestos caso uma providência urgente não seja tomada.

Se o atendimento em Salvador é precário, no interior do estado é ainda pior. Várias cirurgias e procedimentos foram suspensos e há muita dificuldade na marcação de consultas, conforme denúncias feitas por trabalhadores (as). A Embasa firmou um contrato emergencial com uma operadora de plano de saúde por 90 dias, prorrogáveis por mais 90, no valor de R$ 38 milhões, prazo em que se espera que uma licitação defina uma operadora para atuar por período mais longo. Não houve operadoras interessadas em licitações anteriores.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

FOLLOW @ INSTAGRAM