Justiça manda soltar acusados pela morte de cinegrafista da Band

justica_santiago_2014Nesta quarta-feira (18), a Justiça do Rio autorizou  que os acusados da morte do cinegrafista Santiago Andrade, durante protesto no centro do Rio, em fevereiro de 2014, sejam soltos e monitorados por meio eletrônico, com uso de tornozeleiras. Caio Silva de Souza e Fábio Raposo não poderão participar de manifestações nem ficar na rua à noite, entre outras medidas cautelares.

A liberdade dos dois ativistas será possível porque o Tribunal de Justiça (TJ) atendeu recurso da defesa e desclassificou o crime de homicídio triplamente qualificado. Foi mantida a acusação de explosão seguida de morte, com pena que pode chegar a oito anos de prisão. Souza e Raposo aguardarão o julgamento em liberdade.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

FOLLOW @ INSTAGRAM