Terceirizados realizam manifestações na capital e no interior do estado

manifestaçãoTrabalhadores terceirizados que prestam serviços ao Governo do Estado, na capital e no interior do estado, paralisaram as atividades na manhã desta quinta-feira, em manifestação contra os recorrentes atrasos de salários e violações dos direitos trabalhistas.

Auxiliar de serviços gerais, merendeiras, tratadores da Secretaria Estadual de Educação estão com dois meses de salários atrasados, além de vale transporte e vale alimentação. Em Salvador, as manifestações ocorreram em frente ao Colégio Landulfo Alves, em Água de Meninos e no zoológico da cidade.
Em Simões Filho, Itabuna, Ilheus, Jequié também houveram manifestações da categoria. As empresas Sandes, C&C, AML, Locaserv, Prese e Avante reclamam de que não foi feito o repasse por parte da Secretaria Estadual de Edcuação.

A coordenadora do Sindicato dos Trabalhadores em Limpeza Urbana da Bahia (Sindilimp), Ana Angélica Rabelo, avisou que se o pagamento não for efetuado até esta quinta-feira (12), uma grande manifestação está sendo planejada para a próxima sexta-feira (13), no Centro Administrativo da Bahia (CAB). “Além desta manifestação no CAB, se o Governo Estadual não regularizar as pendências, os trabalhadores da limpeza urbana também vão paralisar as atividades em solidariedade com os terceirizados”, prometeu Ana Angélica Rabelo.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

FOLLOW @ INSTAGRAM