Sindicatos debatem desmilitarização da polícia na ALBA

galo e sindicatoCom o objetivo de apresentar o planejamento de trabalho da Comissão de Direitos Humanos e Segurança Pública e aproximar os profissionais da área que possam contribuir com os trabalhos no parlamento, além de debater o modelo de segurança pública do Estado da Bahia, o deputado estadual Marcelino Galo (PT), que preside o colegiado, esteve reunido nesta sexta-feira (6) na Assembleia Legislativa com representantes de diversos segmentos do setor representados por sindicatos, associações e institutos. Também foi debatido a PeC nº 51, que reestrutura o modelo de segurança a partir da desmilitarização do modelo policial.

“Precisamos congregar pessoas que sejam capazes de ter energia para recuperar a capacidade de intervir e transformar a segurança pública. Entendemos segurança como um conjunto completo, desde a iluminação, passando por educação e ações sociais até chegar a ação concreta das polícias civil e militar”, afirmou o deputado petista, ante uma plateia formada por agentes penitenciários e de trânsito, policiais miliares e rodoviários federais, investigadores de polícia e guardas-municipais.

Para o investigador de polícia Kleber Rosa, é preciso repensar e reformular o modelo de segurança pública. “A manutenção da necessidade de uma ideologia que visa a relação com a sociedade de forma repressora e controladora na segurança pública causa prejuízos na sociedade e danos ainda maiores aos operadores da segurança pública”, declarou.

 Durante a reunião, foi apresentado um diagnóstico para compreender a situação e as demandas corporativas da classe e, a partir disso, ser construído um Grupo de Trabalho (GT) para formular e apresentar uma síntese de pauta nas audiências públicas da Comissão, que vão debater, entre outros pontos, a questão dos Direitos Humanos e Violência ao Servidor de Segurança Pública, programada para acontecer no dia 17 deste mês, além da realização de um seminário para debater o tema. Na última terça-feira (3), o deputado estadual Marcelino Galo (PT) também esteve reunido com os secretários de Segurança Pública da Bahia, Maurício Barbosa, e de Administração Penitenciária e Ressocialização, Nestor Duarte, para apresentar o planejamento do colegiado e solicitar contribuições das secretarias no debate sobre os direitos humanos e segurança pública no âmbito da comissão.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

FOLLOW @ INSTAGRAM