PPS convoca militância para participar das manifestações contra Dilma no dia 15

ppsA Executiva Nacional do PPS decidiu nesta terça-feira (03), que o partido vai participar, incentivar e ajudar a mobilizar a sociedade para as manifestações contra o governo Dilma marcadas para o próximo dia 15 de março. Em nota pública, o partido convoca militância a ir às ruas para mostrar que ainda se se pode fazer muito para tirar o Brasil da maior crise em que foi colocado.

O presidente nacional do PPS disse que, neste momento, o partido não irá às ruas defender o impeachment da presidente Dilma Rousseff, mas não pode de deixar de participar de uma mobilização que irá protestar contra a corrupção na Petrobras, o ajuste fiscal do governo, o pacote do Planalto que retira direitos dos trabalhadores, enfim, contra o estelionato eleitoral patrocinado pelo PT nas últimas eleições.

“Não acredito que, no momento, alguma força política vá assumir o processo de impeachment, não ocorreu isso no período de Collor. Isto pode se impor e temos que ter entendimento de que isso, se avançar, é melhor do que a volta do debate da intervenção militar, uma proposta que repudiamos. Até porque isto (crise política) se apresenta como cenário e principalmente porque este governo demonstra falta de capacidade de sair do isolamento. A oposição não é apenas a oposição das ruas, vai ter que ter articulação política no Congresso”, avaliou Freire.

[DDET Confira a nota de convocação do PPS para o “Vamos às ruas no dia 15 de Março!!!”]

O Partido Popular Socialista, por sua Comissão Executiva Nacional, reunida hoje, em Brasília, decidiu unanimemente apoiar a iniciativa popular de ir para as ruas no próximo dia 15 de março e convocar sua militância, seus aliados e amigos para que mostremos aos brasileiros ainda alheios ou descrentes que muito se pode fazer para tirar o Brasil da maior crise em que foi colocado.

Os brasileiros que, além de sofrerem com aumentos quase diários de custo de vida, com a ameaça de desemprego, insegurança e de sentirem-se enganados pelo PT e seu governo com falsas promessas de campanha e corrupção na Petrobras, empresa símbolo do progresso nacional, como nunca ocorrera em nossa história, estão se organizando para irem às ruas protestar.

Esta imensa e crescente insatisfação de homens e mulheres, cujos primeiros sinais surgiram nos movimentos de junho de 2013, tem provocado a eclosão de greves de metalúrgicos, de professores, de médicos e pessoal da área de saúde, manifestações de petroleiros e mais recentemente de caminhoneiros autônomos que o governo não tem conseguido conter. Esse descontentamento já havia sido registrado em pesquisas de opinião, nas quais ficou patente que o governo e a presidente já não contam mais com o apoio e a confiança da maioria da população.

Nas ruas e nas redes sociais, há várias palavras de ordem que são propagadas com intensidade, arregimentando crescente número de pessoas que apoiam essa iniciativa. O PPS considera que são legítimas todas aquelas que defendam uma saída para a crise dentro da ordem constitucional e democrática!

Por isso e por muito mais, vamos às ruas no dia 15 defender o Brasil e a Democracia!!!

Brasília, 3 de março de 2015

Roberto Freire
Presidente Nacional do PPS [/DDET]

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

FOLLOW @ INSTAGRAM