Corrupção: na China, a solução é outra

foto: AFPUm magnata chinês da indústria de mineração foi executado nesta segunda-feira (10) depois de ser acusado de comandar um “grupo mafioso”, anunciou um tribunal chinês.

Liu Han, seu irmão Liu Wei e três cúmplices foram condenados à morte em maio do ano passado na província de Hubei, depois que foram considerados culpados de “organizar um grupo mafioso” e de “assassinatos”.

Liu Han dirigia o Hanlong, um vasto conglomerado privado, com interesses em várias áreas, do turismo até a mineração. Em 2011 chamou a atenção ao apresentar uma oferta de aquisição de quase um bilhão de euros pela empresa australiana Sundance Resources.

A imprensa chinesa informou então a detenção de Liu Han, suspeito de lavar dinheiro nos cassinos de Macau.

Os irmãos Liu e seus cúmplices, acusados pelo assassinato de pelo menos oito pessoas, atuavam na província de Sichuan (sudoeste), ex-reduto de Zhou Yongkang, ex-comandante do aparelho de segurança da China. (AFP)

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

FOLLOW @ INSTAGRAM