João Paulo Cunha devolve R$ 536 mil desviados do mensalão

paulo cunhaO ex-presidente da Câmara dos Deputados João Paulo Cunha (PT-SP), condenado pelo julgamento do mensalão, efetuou o pagamento dos R$ 531 mil restantes do total que lhe foi imposto junto à condenação pelos crimes de peculato e corrupção passiva no julgamento do escândalo do mensalão.

Em dezembro, o ex-deputado havia pago R$ 5 mil aos cofres públicos, quando pediu progressão do regime, mas teve pedido negado até que pagasse o valor total que os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) entenderam que foram desviados, R$ 536 mil. Com o pagamento total do valor, Cunha deverá ter o benefício de progressão para o regime aberto.

Isso depende agora de uma autorização de Barroso, o que deve acontecer após parecer do Procurador-Geral da República (PGR), Rodrigo Janot, para quem o despacho foi encaminhado esta semana. Cunha é o único condenado do núcleo político do mensalão que não teve progressão do regime semiaberto para o aberto.

Já foram autorizados a mudar de regime o ex-ministro José Dirceu, o ex-deputado José Genoino (PT), o ex-tesoureiro do PT Delúbio Soares, os ex-deputados Valdemar Costa Neto (PR-SP), Bispo Rodrigues e Pedro Corrêa (PP-PE) e o ex-tesoureiro do extinto PL Jacinto Lamas. (Estadão)

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

FOLLOW @ INSTAGRAM