Audiência pública debate empregabilidade no carnaval

carnaval_audienciaA aplicação do trabalho decente no carnaval foi tema da audiência pública realizada pelo vereador Leandro Guerrilha (PSL), na tarde de quinta-feira (05), no auditório do Edifício Bahia Center da Câmara Municipal de Salvador. Participaram da mesa de discussões representantes dos trabalhadores da festa e órgãos do governo municipal e estadual.

“Queremos que todos que fazem o carnaval tenham os direitos garantidos, capacitação e sejam reconhecidos como seres humanos que fazem parte da sociedade. Uma das minhas preocupações é o lado social. Porque tanto dinheiro roda durante o carnaval e o que fica para a cidade de Salvador?”, questionou o vereador.

O presidente do Sindicato dos Cordeiros da Bahia (Sindcordas), Mateus Santos, se queixou das condições de trabalho e a falta de interesse da prefeitura em regulamentar o trabalho no carnaval. “Alguns blocos se recusam a assinar o termo de compromisso e vem problemas como falta de luva, calçados, lanche, protetor auricular, atraso e falta de pagamentos e de todas as coisas que asseguram a segurança e condições mínimas de trabalho”, afirmou.

O coordenador nacional da Organização Internacional do Trabalho (OIT), José Ribeiro, apresentou um projeto piloto de promoção do trabalho decente que será executado neste carnaval. O objetivo é eliminar e diminuir riscos, aproveitar e aumentar as potencialidades do megaevento. “Precisamos conhecer o perfil dessas pessoas e ouvi-las, para construirmos coletivamente. Tudo isso serve para valorizar a cidade”, declara. O modelo servirá de referência para outros megaeventos realizados no mundo.

Os resultados da audiência pública serão reunidos e enviados como relatório para o prefeito ACM Neto (DEM), a fim de adotar medidas que melhorem as condições de trabalho nos próximos carnavais da capital baiana.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

FOLLOW @ INSTAGRAM