Empossado, Bebeto critica arrocho do governo ao trabalhador

BebetoGalvaoEmpossado deputado federal neste domingo (1), Bebeto Galvão (PSB) fez duras críticas aos gestos do governo federal de promover ajustes nas contas públicas que provocam um verdadeiro arrocho contra os direitos dos trabalhadores, a exemplo das Medidas Provisórias que endurecem o acesso ao seguro desemprego, ao seguro pesca, dentre outros.

Para Bebeto, essas medidas da presidenta Dilma são contraditórias ao discurso dela, que deveria priorizar plataformas de atuação para conter o crescimento do desemprego, pois o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED) tem mostrado a desaceleração do quantitativo de criação de novos postos de trabalho.

“Ao mesmo tempo que a presidenta joga sobre os ombros da classe trabalhadora a responsabilidade de algo que nós não temos, ela promove o aumento da Taxa Selic, que resulta no aumento da dívida pública. E quem ganha com isso só são os banqueiros”, critica o deputado baiano, que emenda: “Por isso estamos dizendo que a presidenta botou a raposa para tomar conta do galinheiro. Ela não chamou o diabo, mas chamou o seu intermediário, porque ela quis Trabuco, presidente do Bradesco, um financista, para o Ministério da Fazenda, mas, como não pôde, ela chamou Levy Mãos de Tesoura, que cuida dos negócios Bradesco. Então ela ataca os trabalhadores e aumenta a Selic, para irrigar os cofres dos banqueiros”, finaliza Bebeto Galvão.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

FOLLOW @ INSTAGRAM