Hemoba convoca população para doação de plaquetas

sanguebolsaO estoque de plaquetas da Fundação de Hematologia e Hemoterapia da Bahia (Hemoba), em Salvador, está baixo. No período de férias e de festas, o número de doadores cai, já que muitas pessoas deixam a cidade e não doam sangue regularmente.

“A plaqueta é um componente de sangue total. Há déficit no estoque porque estamos com retração de doação de sangue neste mês de férias. As pessoas viajam e, consequentemente, diminuem as doações. De forma geral, a gente tem vivenciado isso. A gente atende à demanda quando as pessoas doam regularmente, mas quando diminui é possível notar a diferença”, explica a diretora de hemoterapia da Hemoba, Iraildes Santana.

O sangue é composto por glóbulos vermelhos, glóbulos brancos, plasma e plaquetas. Muitas pessoas não sabem, mas é possível realizar a doação de somente um dos componentes. O processo que permite a separação e a coleta específica chama-se aférese.

As plaquetas ajudam no controle de sangramentos. A forma de doação por aférese é muito parecida com a de doação de sangue total, mais comum. Na aférese, uma parte das plaquetas fica retida em uma bolsa e, com o auxílio de um equipamento especial, são devolvidos à circulação os demais componentes do sangue.

Todo o processo dura cerca de 60 minutos. É um método totalmente seguro e, em 48 horas, o organismo repõe as plaquetas doadas. Ou seja, em apenas dois dias já é possível fazer nova doação de plaquetas. O doador de plaquetas deve preencher os mesmos requisitos exigidos para o doador de sangue total, além de ter realizado pelo menos uma doação de sangue convencional nos últimos meses. A doação de plaquetas por aférese contém seis a oito vezes mais plaquetas do que uma doação comum.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

FOLLOW @ INSTAGRAM