Je suis Charlie: Paradoxo Lisa Simpson e a gênese do ódio

daniel_pintoComo uma notável defensora dos direitos dos animais pode gostar do desenho Itchy & Scratchy (Comichão e Coçadinha no Brasil), uma série de humor ultraviolento protagonizada pela versão “tarantiniana” de Tom e Jerry?

Numa observação superficial, a contradição lógica salta aos olhos e dá margem para questionamentos quanto ao perfil da personagem criada por Matt Groening ou o caráter da própria Lisa Simpson. O comportamento é repreensível para uma menina tão comprometida com causas nobres e que faz a linha politicamente correta.

Leia mais no Sertão Baiano, clicando aqui

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

FOLLOW @ INSTAGRAM