“Maldades de Dilma cortam empregos, saúde e educação”, afirma Aleluia

aleluia_02“Aumentar impostos é tirar dinheiro do povo para botar numa burocracia ineficiente, cujo objetivo é dar empregos aos aliados”, afirma o deputado federal e presidente estadual do Democratas, José Carlos Aleluia, sobre as medidas da presidente Dilma Rousseff de aumentar o IOF (imposto sobre operação financeira) para empréstimos a pessoas físicas, reinstituir a Cide, que afeta diretamente o preço dos combustíveis, e não reajustar a tabela do Imposto de Renda.

Para Aleluia, que se encontra na Espanha, participando da Convenção Nacional do Partido Popular Espanhol, em Madrid, as maldades perpetradas por Dilma neste primeiro mês do segundo mandato, ao invés dos desperdícios, estão cortando empregos, saúde, educação e segurança. “A Federação das Indústrias da Bahia (Fieb) já alerta na imprensa que as medidas presidenciais ameaçam oito mil empregos no Nordeste”.

O presidente estadual do Democratas observa ainda que, na Bahia, o novo governador Rui Costa reforça as maldades da presidente ao cortar investimentos na saúde e educação no orçamento. “A segurança é outro setor que merece atenção especial pela sua vinculação com a vida das pessoas, mas continua desprezado pelo governo do PT”.

Na Espanha, Aleluia pôde conversar com representantes do Partido Popular sobre a reforma do Código Civil daquele país. “Depois da reforma aprovada, o Código Penal espanhol ficou mais rigoroso com os criminosos. Foi reinstituída a prisão perpétua. No Congresso brasileiro, eu vou trabalhar também pelo endurecimento do Código Penal. Tolerância Zero contra o crime”.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

FOLLOW @ INSTAGRAM