Lava Jato: José Dirceu é investigado e tem sigilo bancário quebrado

dirceuA Justiça Federal determinou a quebra do sigilo bancário e fiscal do ex-ministro da Casa Civil José Dirceu, de seu irmão Luiz Eduardo de Oliveira e Silva e da empresa JD Assessoria e Consultoria Ltda, segundo o Jornal Nacional, da TV Globo.

De acordo com a reportagem veiculada nesta quinta-feira (22), o Ministério Público Federal disse que há indícios de que a empresa dos dois irmãos teria recebido propina de construtoras ligadas ao esquema de corrupção na Petrobras, investigadas na Operação Lava Jato.

A JD Assessoria teria recebido R$ 3,7 milhões das construtoras Galvão Engenharia, OAS e UTC Engenharia, entre 2003 e 2009. Todas tiveram executivos presos durante a operação.

Ainda de acordo com a reportagem, a quebra do sigilo visa saber se os pagamentos à empresa de consultoria foram propinas, assim como os realizados para empresas de fachada do doleiro Alberto Youssef, também preso na operação.

José Dirceu afirmou, em comunicado à mesma reportagem, que prestou serviços de consultoria às construtoras, e se dispôs à disposição para prestar esclarecimentos.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

FOLLOW @ INSTAGRAM