Deputada Federal Tia Eron assume PRB na Bahia

Foto: Douglas GomesA partir desta quinta-feira (22), a política baiana ganha novo rumo com a posse da deputada federal Tia Eron, como presidente estadual do Partido Republicano Brasileiro PRB. Essa é a primeira vez, na história do partido, que uma mulher assume a coordenação estadual.

[DDET Confira aqui como foi a trajetória política da nova presidente do PRB.]

Negra, de família simples e nascida na Vila América, comunidade humilde da avenida Vasco da Gama, em Salvador, Eron começou sua história política ainda bem jovem ao trabalhar na Escola Bíblica Infantil – EBI, da Igreja Universal do Reino de Deus. Lá foi convidada a sair candidata a vereadora na eleição seguinte, pois todos já percebiam sua liderança, determinação, seriedade, compromisso com o trabalho e honestidade.

No ano de 2000, ao sair candidata pela primeira vez foi eleita com 12.910 votos, pelo Partido da Frente Liberal – PFL, hoje Democratas. A partir daí, o nome Tia Eron estava consolidado na política baiana. Quatro anos depois (2004), dava mais um salto ao ser reeleita com 17.094 votos. Em 2008, novamente, Tia Eron garante lugar na Câmara de Vereadores de Salvador ao receber 12.552 votos e em 2012, permanece na Câmara, pela quarta vez consecutiva, ao receber 15.590 votos, sendo que desde 2011 já estava filiada ao PRB.

Na câmara de vereadores, Tia Eron foi responsável por mais de 8 mil indicações e 30 mil ofícios, sendo inúmeros projetos que ajudaram no desenvolvimento da cidade de Salvador e do seu povo. Na Câmara, assumiu e cumpriu diversos compromissos por ser vice – presidente da Comissão de Constituição e Justiça – CCJ; suplente na Comissão de Transporte; presidente da Comissão Permanente em Defesa dos Direitos da Mulher; segunda vice – líder do governo e líder do PRB.

Ainda como vereadora, é de sua autoria diversos projetos como: programa de cooperativas de hortas comunitárias; instituição normas para execução de obras no município; prioridade de matrícula para crianças cujas mães sofreram violência doméstica ou intrafamiliar; criação de Plano Municipal de Prevenção às Consequências das Chuvas; indicação ao prefeito e ao governador para inserção de matéria extracurricular sobre a Lei Maria da Penha e do combate à violência doméstica e intrafamiliar na grade da rede púbica, do estado e do município, dentre outros.

Em 2014, o PRB resolve lançar Tia Eron como candidata a deputada federal e, ela, mais uma vez carimba seu nome na política, sendo a nível nacional. Pois sua eleição a deputada federal lhe rendeu 116 mil 912 votos: sendo que em Salvador, a parlamentar recebeu 67 mil 151 votos. Esses números expressivos são frutos de um trabalho bem elaborado para pedir votos. “Nós trabalhamos dentro e fora da Câmara de Vereadores porque nossa luta não para. Lá dentro eu brigava por projetos visando benefícios para o povo e fora da Câmara, durante o período eleitoral, eu pedia voto”, disse a deputada.

Hoje, na Bahia, o PRB tem três prefeitos e oito vices. Além disso, elegeu dois deputados estaduais, dois federais e 126 vereadores, sendo que dois morreram e três deixaram o partido. No Brasil, o PRB conta com um ministro, um senador e 21 deputados federais. [/DDET]

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

FOLLOW @ INSTAGRAM