Segura agora, Bolsonaro!

bolsonaroA deputada federal Maria do Rosário (PT-RS) protocolou ontem (16) no Supremo Tribunal Federal (STF) uma queixa-crime por injúria e calúnia contra o deputado federal Jair Bolsonaro (PP-RJ).

Segundo a parlamentar, Bolsonaro fez declarações de teor ameaçador e incitou a violência. No dia 9 deste mês, em discurso no plenário da Câmara, o deputado disse que só não estupraria a deputada Maria do Rosário porque ela “não merece”. No dia seguinte, ele reafirmou a declaração em entrevista ao jornal Zero Hora.

A Procuradoria-Geral da República (PGR) denunciou o deputado ao Supremo por incitação ao crime de estupro.

O Conselho de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara dos Deputados também  instaurou  processo de cassação de Jair Bolsonaro (PP-RJ). O presidente do colegiado, Ricardo Izar (PSD-SP), informou que até amanhã (17) definirá o relator do caso. O escolhido será sorteado entre os deputados Ronaldo Benedet (PMDB-SC), Marcos Rogério (PDT-RO) e Rosane Ferreira (PV-PR).

A representação foi apresentada quarta-feira (10) passada pelo PT, PCdoB, PSB e PSOL, que acusaram Bolsonaro de quebrar o decoro ao ofender a deputada Maria do Rosário (PT-RS).

Share

Um comentário

  1. Mario Barbosa Villas Boas Reply

    Na minha opinião quem cometeu crrime foi quem assinou a representação contra o deputado Bolsonaro. Representei contra essas pessoas (veja em https://www.academia.edu/attachments/36052585/download_file?st=MTQyMDQzMzIyMywyNC4yNDQuMjkuMzksMTM0MjkyMTU%3D&s=swp-toolbar ) . Aos que pensam como eu, estou convidando para aderirem a uma campanha de enviar uma enxurrada de habeas corpus em favor dele ao STF. Não é necessário ser advogado para assinar um. Quem quiser aderir só terá que arcarr com o custo de enviar a peça para o STF. Se for pelo correio (COM AVISO DE RECEBIMENTO, NÃO ESQUEÇA) custa R$ 9,00. Se quiser participar baixe a peça-padrão em https://www.academia.edu/attachments/36101740/download_file?st=MTQyMDQzMzE1NywyNC4yNDQuMjkuMzksMTM0MjkyMTU%3D&s=swp-toolbar preencha com seus dados, assine e mande para o STF. O Brasil agradece!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

FOLLOW @ INSTAGRAM