Freixo protesta contra Bolsonaro que rebate: “Frouxo”

bolsonaroOs cinco deputados estaduais eleitos pelo PSOL no Rio engrossaram nesta segunda-feira (15), o coro pela cassação do deputado federal reeleito Jair Bolsonaro (PP-RJ), durante cerimônia de diplomação dos vencedores das eleições, no plenário da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj).

Quando o militar da reserva foi chamado para receber seu diploma, os parlamentares do PSOL se viraram de costas e exibiram cartazes com os dizeres: “A violência contra a mulher não pode ter voz no Parlamento”, em referência ao discurso de Bolsonaro na Câmara, na semana passada, em que o militar disse que só não estupraria a deputada Maria do Rosário (PT-RS) porque ela “não merece”.

O movimento foi liderado pelo deputado estadual Marcelo Freixo (PSOL). Além dele, participaram do protesto os deputados Doutor Julianelli, Eliomar Coelho, Flávio Serafini e Paulo Ramos.

Companheiros de Bolsonaro no Congresso Nacional, Jean Wyllys e Chico Alencar (ambos do PSOL) não ergueram os cartazes dentro do plenário; só depois, ao posar para fotos com os correligionários na escadaria da Alerj.

Ao sair da cerimônia, Bolsonaro chamou o deputado do PSOL de “frouxo”. “Ele deveria ter ‘botado’ uma melancia no pescoço para aparecer. O que esse idiota tem para apresentar à sociedade?”, disse o deputado federal sobre Freixo

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

FOLLOW @ INSTAGRAM