“Se não tivesse apoio político não chegava a diretor na Petrobras”, afirmou Cunha

Paulo Roberto CostaNa acareação realizada pela Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) da Câmara dos Deputados, o ex-diretor de Abastecimento da Petrobras , Paulo Roberto Costa, afirmou que “desde o governo Sarney, passando por Collor, FHC, Lula e Dilma, se não tivesse apoio político não chegava a diretor na Petrobras”.

Costa afirmou ainda que se arrependeu de ter aceitado indicação para ocupar a diretoria de Abastecimento da estatal. “Me arrependo amargamente. Aceitei esse cargo e ele me trouxe aonde estou hoje”, disse. Além disso Costa disse que não falará na acareação sobre as investigações. Porém, disse que confirma o que falou no processo de delação premiada.“Fiz 80 depoimentos, foram mais de duas semanas de delação. O que está lá, eu confirmo”.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

FOLLOW @ INSTAGRAM