Deputados querem rádio e TV com saída para fone de ouvido

tvassinaturaA Comissão de Seguridade Social e Família da Câmara dos Deputados aprovou projeto de lei (PL7033/06) que obriga a oferta de rádios e TVs fabricados, no Brasil, com saída de áudio para fone de ouvido, caso seja interesse do consumidor. O objetivo é facilitar o acesso à cultura e informação de pessoas com deficiência auditiva, por meio de programas de rádio e televisão.

O texto original do projeto visava criar um percentual mínimo de 50% dos aparelhos produzidos com saída para fone de ouvido, mas a própria Câmara aprovou em 2009 a redução da cota para 30%. O Senado, no entanto, aboliu essa cota e sugeriu um substitutivo, que condiciona a produção desses aparelhos, segundo a vontade do cliente.

O relator na Comissão de Seguridade Social, deputado Dr. Rosinha (PT-PR), entende que o deficiente poderá se integrar mais com famílias e amigos para ouvir uma música, por exemplo. Ele acha que o substitutivo feito pelo Senado atende melhor as necessidades do deficiente. “Cada vez mais, é preciso que a sociedade proporcione meios para que todas as pessoas, com ou sem deficiência, possam usufruir dos bens e serviços disponíveis, em igualdade de condições.”

Segundo o presidente da Associação Nacional de Fabricantes de Produtos Eletroeletrônicos (Eletros), Lourival Kiçula, a adaptação desses produtos, além de não interferir no preço final, não causa maiores transtornos aos fabricantes. ”Não onera muito. Existem alguns produtos que fazem alguma diferença. Você tem que modificar o produto, tem que colocar um circuito a mais, é trabalhoso. Deveria então, ser feito sob demanda, mas a Eletros vai se submeter ao que for decidido.”

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

FOLLOW @ INSTAGRAM