Servidores da Prefeitura de Salvador denunciam situação precária em posto de saúde

IMG-20141111-WA0006A diretoria do Sindicato dos Servidores da Prefeitura de Salvador (Sindseps) continua na defesa das melhorias de condições de trabalho para os servidores municipais e na afirmação dos direitos do cidadão. Nesta terça-feira (11), diretores da entidade estiveram novamente na Unidade de Saúde Sabino Silva, na comunidade do Nordeste de Amaralina.

No último dia 23 de outubro, a situação denunciada mostrando o posto de saúde funcionando em condições precárias e usuários reclamando uma reforma que deveria ser entregue em julho deste ano. A Construtora Prosper se valendo da ineficiência da Prefeitura de Salvador em zelar pela coisa pública, ainda não iniciou a reforma autorizada no dia 11 de outubro de 2013. O mau uso do dinheiro do soteropolitano fez aniversário neste data. Um péssimo presente para a cidadania.

A população sofre e protesta, pois a unidade de saúde não reúne condições suficientes para ofertar um atendimento digno. Se a situação poderia piorar, isso aconteceu com o entupimento da rede de esgoto no prédio. A consequência deste dano foi a “explosão” de dejetos e resíduos na principal área de circulação de pessoas no local.

Os trabalhadores e trabalhadoras denunciam o assédio moral que tem sido praticado naquela unidade, principalmente após os atos realizados pelo sindicato. Perseguição e coação estão sendo instrumentos utilizados pelos gestores para intimidar a participação dos profissionais. A imprensa tem sido ameaçada sempre que chega no posto de saúde. Prepostos da Prefeitura Municipal que não fazem parte das equipes de saúde fotografam repórteres e cinegrafistas que tentam mostrar a realidade no local.

“Vamos denunciar e dizer que o prefeito da cidade merece parabéns. Merece esses cumprimentos, pois tem sido muito hábil em prejudicar o cidadão e perseguir os servidores municipais. Ninguém consegue essa maldade com tanta eficácia como tem acontecido. Consegue permitir que uma empresa fique sem ao menos iniciar uma obra durante um ano, isso é algo que demonstra o alto nível desta gestão. Claro que estou sendo irônico, isso demonstra o alto nível de irresponsabilidade e de falta de zelo com o dinheiro do contribuinte. Mostra ainda, o desrespeito deste grupo político com a vida do soteropolitano. Nosso papel será sempre de denunciar esses absurdos feito pelo prefeito da cidade”, declarou o diretor do Sindseps, Enádio “Careca”.

Os profissionais tiveram o apoio da comunidade local, na decisão de paralisar as atividades, no próximo dia 14 (sexta-feira), a partir das 07h, quando será realizada uma assembleia para definir os rumos da mobilização em prol daquela unidade de saúde.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

FOLLOW @ INSTAGRAM