Valadares diz que Aleluia teve mais um surto autoritário ao censurar o Enem

Edson ValadaresHouve um tempo em que o pensamento crítico foi perseguido e impedido de se expressa, um período onde tudo era considerado subversivo e uma ameaça à ordem pública. “Pensei que este tempo já havia passado, mas ao ver o presidente estadual do DEM, José Carlos Aleluia, tentar censurar um texto do filosofo Marcos Nobre da UNICAMP na prova do ENEM deste ano, acusando-o de bolivariano, tenho a certeza que ainda há resquícios de autoritarismo na política brasileira”, rebateu Edson Valadares, Presidente do PT em Salvador.

O ENEM e o PROUNI são dois programas bem sucedidos do governo federal que já colocaram nas universidades milhões de jovens que não teriam como custear um curso de ensino superior. “Ele prefere o tempo em que o ensino de filosofia e sociologia foram retirados dos currículos escolares e substituídos por Educação Moral e Cívica (EMC) como forma de reduzir a capacidade de reflexão dos estudantes. Este surto autoritário é o mesmo que durante o golpe militar de 1964 censurou livros, filmes, músicas, peças teatrais e tudo que permitisse uma leitura do que ocorria nos porões da ditadura. Como ele e outros políticos, empresários e banqueiros são membros do Instituto Millenium, organização americana que financia golpes de estado na America Latina, só resta disputar com o Deputado Jair Bolsonaro a vaga de líder da bancada de ultra-direita na Câmara Federal”, comentou o dirigente partidário.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

FOLLOW @ INSTAGRAM