Centro de Arte e Cultura Mário Gusmão deixa de atender alunos da rede muni

silviohubCumprindo sua agenda como presidente da Comissão de Educação da Câmara Municipal, o vereador Sílvio Humberto (PSB), visitou o Centro de Arte e Cultura Mário Gusmão, que funciona em Amaralina, mas devido aos problemas de estrutura não está atendendo os alunos da rede municipal de ensino. O muro que cerca o centro está completamente condenado pela Codesal. Há quatro anos foi anunciada a reforma, mas até hoje nada foi feito e aulas de teatro, música, dança e audiovisual foram interrompidas e não tem data para voltar acontecer.

“É um absurdo que um centro como esse, que oferece o acesso as artes, a cultura, algo que é natural nas escolas particulares, esteja impossibilitado de atender as crianças e jovens que estudam nas escolas do município por um problema que já deveria ter sido resolvido. Vontade política é o que falta para sanar essa situação”, disse o vereador socialista.

Fundado em 2005, na gestão de Olívia Santana, o Centro de Arte e Cultura Mário Gusmão chegou a atender 400 alunos da rede municipal do bairro de Amaralina e adjacências, que tinham aulas de expressões culturais no contra turno escolar. Em 2010, as atividades foram suspensas, já que as dependências do Centro de Arte abrigaram as turmas da Escola Municipal Osvaldo Cruz. Desde então, o prédio não oferece as atividades artísticas.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

FOLLOW @ INSTAGRAM