Suíca quer Comissão da Verdade da OAB na Bahia para investigar escravidão

suica_01Os crimes contra negros durante a escravidão serão destaques na Comissão Nacional da Verdade da Escravidão Negra, aprovada e criada pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) como resgate histórico desse período. Essa atitude do pleno da OAB foi tomada por meio de amplo debate com o movimento negro no país e surpreendeu políticos e representantes de entidades ligadas ao movimento, como o vereador de Salvador Luiz Carlos Suíca (PT), que pediu na terça-feira (04) que essa comissão seja criada também na Bahia ou que a nacional venha investigar e responsabilizar os criminosos. “Essa é mais uma ação de afirmação como meio de reparação à população negra”, aponta o edil. A OAB ainda aprovou o mês de novembro como o período da consciência negra para a advocacia.

“Essa atitude da OAB só vem ratificar a importância da reparação racial em nossa sociedade e essa ação será encaminhada como sugestão ao governo da presidente Dilma Rousseff para que crie uma comissão semelhante a essa, e que deve atuar do mesmo modo que atua o grupo que apura os crimes cometidos durante a ditadura militar”, aponta Suíca.

O vereador petista quer trazer a comissão para a Bahia e acha que o Estado deve ter um papel importante nesse período da história. “Pedimos, inclusive, uma audiência com a OAB Bahia para tratar sobre isso”, completa. Nesta quarta-feira (5), Suíca participou de um almoço com o presidente do PT, Everaldo Anunciação, junto com a bancada do PT na Câmara de Salvador. Na sexta-feira (06), o parlamentar visita o posto de saúde do Nordeste de Amaralina para debater mais ações para a comunidade.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

FOLLOW @ INSTAGRAM