Pauta extensa e discursos acalorados marcam 1ª sessão ordinária da Câmara de Camaçari

ReproduçãoCom pauta extensa e manifestações acaloradas, a Câmara de Camaçari retomou, nesta terça-feira (11), à rotina de sessões ordinárias. No total, 55 matérias foram apreciadas em plenário. Nos discursos, os vereadores também trouxeram temas importantes para o debate, o principal deles foi relativo às queixas apresentadas pela população sobre o atendimento na área de saúde.

Uma das declarações de destaque foi a do vereador Pastor Neilton (PSB), que resumiu de maneira contundente a defesa da melhoria da saúde municipal, item presente no discurso da maioria dos parlamentares. “Estivemos em recesso do plenário, mas não demos pausa na nossa fiscalização. Pude acompanhar mais de perto as dificuldades no atendimento. Quero dizer que um sentimento comum é de que precisamos cobrar mais ações que garantam efetiva melhoria no atendimento. Muitas queixas que chegam até nós não têm justificativa”, declarou o socialista.

Por sua vez, a vereadora Professora Patrícia (PT) defendeu a elaboração de um planejamento a longo prazo para a saúde municipal. Ela defendeu ainda a criação de um projeto que garanta o limite máximo de tempo de espera para o atendimento nas unidades. Foram apresentados ainda oito Projetos de Lei, que foram aprovados e encaminhados para as comissões. Entre eles estão os que propõem a criação de datas especiais para marcar a passagem do Dia Municipal da Conscientização do Autismo, de autoria do vereador Gilvan Souza (PT); do Dia do Obreiro Universal, de autoria do vereador Bispo Jair (PRB), e do Dia da Liberdade Religiosa, de autoria do vereador Júnior Borges (DEM).

A sessão teve ainda 10 requerimentos, 20 indicações e 4 moções, sendo duas de pesar pelos falecimentos de Pedro Paulo D’Errico e Manoel da Paixão de Souza Freitas, o popular Soldado. Uma Moção de Aplausos homenageou o Partido dos Trabalhadores e todos seus militantes pelo 34º aniversário da legenda, comemorado em 18 de fevereiro. Uma Moção de Repúdio à construtora URCA também foi apresentada pela forma que a mesma vem tratando alguns moradores antigos do loteamento Montenegro, na região da Cascalheira.

Na Ordem do Dia, em segundo turno de votação, foram aprovadas dois Projetos de Lei, um que institui Abril como o mês municipal da Consciência Indígena Americana, de autoria do vereador Elinaldo (DEM). A outra material altera a Lei Municipal Nº 869/08, que cria a Semana da Celebração da Cultura do Movimento Evangélico em Camaçari, de autoria do vereador Oziel (PT).

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

FOLLOW @ INSTAGRAM