CTB: Acordo evita demissões em Camaçari (BA)

DivulgaçãoA metalúrgica Sian de Camaçari (BA) paralisa as atividades, a partir do próximo dia 17, durante 30 dias para evitar demissões. A decisão foi acordada entre a empresa e o Sindicato dos Metalúrgicos de Camaçari, filiado à CTB, como forma de preservar os empregos e, assim, garantir o sustento de dezenas de famílias.

Segundo a direção da entidade, as férias coletivas são um dos recursos utilizados para evitar o desemprego. “A antecipação das férias foi uma alternativa encontrada para não penalizar o trabalhador. Vamos continuar negociado sempre com o objetivo de não haver demissões”, diz Júlio Bonfim, presidente do Sindicato.

Os trabalhadores do Complexo Ford, que recebe peças produzidas pela Sian, também convivem com um momento de incerteza. Recentemente, a montadora comunicou a intenção de demitir quase 500 pessoas, uma decisão que pegou o Sindicato de surpresa e representa um grande retrocesso para toda Região Metropolitana de Salvador.

Na reunião realizadas com o Complexo Ford, o Sindicato tem colocado o fato de que essas demissões não se justificam. E, além disso, não são necessárias. Por enquanto, não houve consenso, mas as negociações continuam. No começo de março tem uma nova reunião. “Os funcionários não podem pagar pelos erros de planejamento e decisões de gestão do Complexo Ford. Não aceitamos nem discutir a ideia de demissão em massa, pois sempre há uma alternativa que não seja o desemprego. O trabalhador é responsável pelo lucro da empresa, é seu maior patrimônio, e o patrão precisa entender isso”, explica Júlio Bonfim.

É bom lembra que durante o período de crise econômica mundial, em 2008/2009, enquanto várias fábricas no país inteiro demitiam e até fechavam as portas, em Camaçari o Sindicato conseguiu agir de forma decisiva para que não houvesse demissão em massa em nenhuma das empresas do setor automotivo.  Determinada em encontrar uma solução negociada que não prejudique o trabalhador, o Sindicato tem se mantido vigilante para preservar os empregos em Camaçari, sempre com o apoio fundamental da CTB (Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil). (Stim Camaçari)

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

FOLLOW @ INSTAGRAM