Comissão de Reparação da Câmara Municipal de Salvador tomará providências após declarações do secretário Mauro Ricardo

cmsAs declarações do secretário de Fazenda do Município de Salvador, Mauro Ricardo, concedidas na semana passada, a um programa de rádio local, ultrapassou as ondas do rádio e se tornou um dos assuntos mais comentados também nas redes sociais. Na participação ao vivo, além de defender o aumento do IPTU na capital baiana, o secretário também criticou com severidade a inadimplência dos soteropolitanos.

Durante a entrevista, o secretário de ACM Neto lamentou que, atualmente, não sejam mais permitidas medidas mais “persuasivas” para a quitação de débitos. “Antigamente se botava as pessoas no pelourinho pra poder pagar as suas dívidas. Infelizmente, hoje, não é mais assim. Hoje é a Justiça. É a Justiça quem define. E o prazo é o prazo estabelecido pela Justiça”, disse Mauro Ricardo.

Os membros da Comissão da Reparação da Câmara Municipal de Salvador se demonstraram indignados com as declarações do secretário e, além de repudiarem, irão acionar o Ministério Público do Estado (MP-BA), acusando-o de racismo. “Vamos cobrar ainda um posicionamento do prefeito ACM Neto e da vice-prefeita, Célia Sacramento, que é negra. É inadmissível que um representante do poder público lamente que um capítulo tão negativo da história baiana e brasileira não faça mais parte da nossa realidade. Foi um período em que a população negra era explorada e humilhada”, disparou a vereadora e presidente da Comissão, Vânia Galvão. A parlamentar também afirmou que as declarações de Mauro Ricardo são racistas, depõem a favor da violência e são contra os princípios legais.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

FOLLOW @ INSTAGRAM