“Bahia Negra: Caymmi e Ilê” é o tema do Carnaval do Pelô

carnavalPara comemorar o centenário de nascimento do cantor e compositor Dorival Caymmi (30 de abril de 1914) e os 40 anos do Ilê Aiyê (1974), o Carnaval do Pelô deste ano será inspirado no tema ‘Bahia Negra: Caymmi e Ilê’. A homenagem ao Ilê contempla também outros blocos afros, afoxés e de índio que ajudam a perpetuar as manifestações culturais e artísticas da folia e no dia a dia dos baianos. Entre os aniversariantes homenageados estão os afoxés Filhos de Gandhy (65 anos) e Badauê (35), o afro Malê Debalê (35) e os blocos de índio Comanches do Pelô (40) e Apaxes do Tororó (45).

A diretora do Centro de Culturas Populares e Identitárias (CCPI), Arany Santana, explica que a história da militância negra inicia com os blocos afros e afoxés. “Então, há preocupação do governo em requalificar os blocos afro[s], afoxés, de índio, de reggae e de samba. O Ilê Aiyê foi o bloco que deslanchou a reafricanização do Carnaval da Bahia, mudando a estética, o ritmo, a cor e o cheiro do nosso carnaval. Mas não ficamos somente com o Ilê [para homenagem]. Abrimos o leque para [outras] entidades”.

Bandeiras, estandartes, portais, símbolos e cores que identificam as entidades homenageadas vão compor a ornamentação do Pelourinho, em Salvador, associados a elementos da cultura baiana cantados por Caymmi. O artista plástico baiano J. Cunha assina a criação e o projeto gráfico da decoração.

“É interessante ver a arte cumprir sua função social, levando a história e o conhecimento ao cidadão. Essa condição de expor ao ar livre, fora dos espaços convencionais, de forma que todo mundo veja, e ainda ter a oportunidade de harmonizar esses elementos com uma paisagem tão culturalmente significativa, como a do Pelourinho, é muito importante”, diz J. Cunha. Segundo ele, as inserções gráficas nas ruas e largos preservam integralmente a arquitetura e o patrimônio da área.

O Carnaval do Pelô faz parte do Carnaval da Cultura, da Secretaria de Cultura (Secult), que apoia centenas de artistas, atrações e entidades carnavalescas. A programação completa do Carnaval do Pelô e do Carnaval da Cultura estão disponíveis nos sites www.cultura.ba.gov.br e carnaval.bahia.com.br.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

FOLLOW @ INSTAGRAM