Deputado pede desculpas aos homossexuais por declaração

homofobiaO deputado federal Luiz Carlos Heinze (PP-RS) disse que manterá suas críticas contra a política agrária do governo federal e repetiu o pedido de desculpas aos homossexuais.  Ao Broadcast Político do Estadão, Heinze disse que se defenderá nas instâncias cabíveis. “Se quiserem entrar, podem entrar”, afirmou referindo-se as duas representações da Frente Parlamentar em Defesa dos Direitos Humanos move contra ele.

O deputado da frente ruralista destacou que o campo vive um conflito sério e que suas críticas foram direcionadas a quem comanda o processo agrário na esfera federal e aos líderes indígenas e quilombolas. “É ali que está o problema”, insistiu.

Heinze ressaltou que sofre “cobranças todos os dias” como representante dos produtores rurais. Ele disse também que os produtores rurais também sofrem violações e negou que sua declaração tenha incentivado a violência. “Acho que não estou incitando a violência. Não estou dizendo para armarem gente e darem tiro”, finalizou.

Em uma audiência da Comissão de Agricultura sobre demarcação de terras, em novembro passado no Rio Grande do Sul, Heinze classificou índios, gays e quilombolas como “tudo o que não presta”.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

FOLLOW @ INSTAGRAM