Servidores municipais rejeitam proposta e paralisação pode acontecer nesta terça-feira (18)

greveOs servidores municipais de Salvador podem paralisar suas atividades, a partir desta terça-feira (18). Essa decisão pode ser tomada, caso não haja avanço, na proposta da Prefeitura, que reajusta em apenas 6%, o valor da hora trabalhada no Carnaval, em relação ao ano passado. A paralisação pode comprometer a realização da folia momesca.

Sem finalizar as negociações, a gestão municipal implantou a “Operação Carnaval 2014”, por meio de decreto (nº 24.789), na última sexta-feira (14), onde estabelece o percentual oferecido na Mesa de Negociações.

Para o coordenador do Sindicato dos Servidores da Prefeitura de Salvador (Sindseps), Helivaldo Alcântara, a decisão dos trabalhadores e trabalhadoras foi no sentido de rejeitar a oferta da administração. “A categoria decidiu na última assembleia, que não aceita a proposta feita pela gestão. Sendo assim, o sindicato tem a obrigação de apresentar contra-proposta para prosseguir as negociações. O sentimento coletivo é de paralisar as atividades, se não houver avanços. Se isso acontecer, o Carnaval de Salvador está comprometido em seus serviços públicos”, afirmou Helivaldo.

O dirigente do Sindseps ressalta ainda, a mobilização das várias categorias do funcionalismo municipal durante os dias da folia. “Deixamos de participar da festa como foliões, para garantir a realização do maior evento de rua do planeta. Nossa carga de trabalho aumenta consideravelmente. Guardas municipais, agentes de trânsito e transportes, agentes de fiscalização, salva-vidas e profissionais de saúde em uma escala de trabalho diferenciada. Os trabalhadores querem a valorização devida por conta da jornada especial”, disse Helivaldo Alcântara, que é lotado na Transalvador.

A assembleia convocada pelo Sindseps acontece às 08h, na frente da Secretaria Municipal de Gestão (Semge), no Vale dos Barris.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

FOLLOW @ INSTAGRAM