Mais Médicos: Ministério notificará 89 médicos que deixaram de trabalhar

médicos cubO Ministério da Saúde vai notificar nesta terça-feira (12), cerca de 89 profissionais do Programa Mais Médicos, que deixaram de comparecer às unidades de atendimento à qual foram destinados.

Segundo o ministro da Saúde, Arthur Chioro, os médicos terão 48 horas para manifestar se permanecem ou deixam o programa. Caso não cumpram o prazo, serão desligados. São casos como o do médico cubano Ortelio Jaime Guerra, no qual não houve aviso formal de desistência.

Do total, 80 são médicos formados no Brasil, cinco estrangeiros inscritos individualmente e quatro são cubanos do acordo com a Organização Pan-Americana da Saúde (Opas).

Os médicos formados fora do Brasil que desistirem do programa terão o registro provisório cancelado, já que ele só é válido na atuação pelo Mais Médicos.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

FOLLOW @ INSTAGRAM