Policiais federais paralisam atividades nesta terça-feira (11)

policiaEm protesto por melhores salários e condições de trabalho e contra o que chamam de “sucateamento” da Polícia Federal, agentes federais em todo país irão paralisar as atividades por 24 horas nesta terça-feira (11). A mobilização foi convocada pelos sindicatos que representam agentes, escrivães e papiloscopistas dos 26 Estados e do Distrito Federal.

Segundo a Fenapef (Federação Nacional dos Policiais Federais), entidade que congrega os sindicatos estaduais, serviços básicos e emergenciais, como a emissão de passaporte e o controle nos aeroportos, não serão afetados pela paralisação. A entidade diz que irá cumprir o patamar mínimo de 30% de pessoal trabalhando nestas funções.

As atividades que serão interrompidas pela mobilização são, sobretudo, operações e investigações. A paralisação não envolve delegados e peritos, que são representados por outros sindicatos.

Segundo a Fenapef, os salários de agentes, escrivães e papiloscopistas não são reajustados há sete anos consecutivos, ao contrário do que ocorreu com os delegados e peritos da PF, além de servidores federais de outras áreas, como os agentes da Abin (Agência Brasileira de Inteligência) e auditores da Receita. A entidade afirma que a defasagem acumulada no período chega a 45%.

De acordo com o presidente da Federação, o piso salarial da categoria é de R$ 7.500 (cerca de R$ 5.500 líquido) e o teto de R$ 11,8 mil (R$ 8.500 líquido).

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

FOLLOW @ INSTAGRAM