Energia elétrica no horário de pico é vilã do meio ambiente e do bolso

sustentabilidade 2Chegou em casa às 19h e foi direto para o banho? A TV da sala ficou ligada e as luzes acesas? Saiba que você está usando uma energia valiosa, que abastece o chamado “horário de pico” do consumo de energia elétrica.

Esse período varia entre 18h e 21h, quando funcionam, ao mesmo tempo, comércio, fábricas, iluminação pública, iluminação residencial, vários eletrodomésticos e a maior parte dos chuveiros. O consumo, portanto, aumenta muito.

Segundo o Programa Combate ao Desperdício de Energia Elétrica (PROCEL), um quarto de toda energia elétrica do país é gasta em residências. O chuveiro é um dos maiores responsáveis pela alta do preço da conta no fim do mês. Não à toa, é o campeão de consumo nas casas brasileiras e representa até 35% da conta no final do mês. Onde está o problema?

Para atender à crescente demanda do horário de pico, seria necessário construir novas usinas e linhas de transmissão. A construção de novas usinas hidrelétricas significa, claro, custos sociais e ambientais muito elevados.

Por isso, fique atento e sempre que possível evite consumir muita energia nos horários de pico.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

FOLLOW @ INSTAGRAM