Prisão do deputado João Paulo Cunha deve ser decretada hoje (04)

ReproduçãoO presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa, deve decretar nesta terça-feira, 4, a prisão do deputado federal João Paulo Cunha (PT-SP), condenado pela Corte por envolvimento no esquema do mensalão.

O jornal O Estado de S. Paulo apurou que o mandado de prisão só não foi assinado na segunda-feira, 3, porque o ministro participou da solenidade de abertura dos trabalhos legislativos e preferiu adiar a decisão para hoje, como forma evitar constrangimento.

O vice-presidente da Câmara dos Deputados, André Vargas (PT-PR), chegou a confrontar o ministro ontem repetindo durante a sessão o mesmo gesto feito pelo ex-ministro José Dirceu e o ex-tesoureiro do PT Delúbio Soares no momento que foram presos também por condenação no mensalão.

O Estado apurou que Joaquim Barbosa só irá decidir a situação do ex-deputado Roberto Jefferson, outro condenado pelo esquema, juntamente com a definição da situação de José Genoino. Condenado, Genoino cumpre a pena em casa, depois de passar mal na penitenciária, enquanto aguarda decisão do presidente do Supremo sobre pedido de prisão domiciliar definitiva.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

FOLLOW @ INSTAGRAM