Dilma ironiza: "Posso escolher o restaurante que for desde que eu pague a minha conta"

dilma4A presidente Dilma Rousseff ironizou a polêmica em torno de sua escala em Portugal, no final de semana, e afirmou que pagou a conta do restaurante que frequentou em Lisboa.

“Acho isso fantástico”, afirmou Dilma com ironia ao ser questionada sobre os gastos. “Foram procurar os gastos que fiz em Portugal e não na Suíça.”

A parada em Portugal ocorreu no sábado, no intervalo entre a viagem oficial da presidente ao Fórum Econômico Mundial, em Davos, na Suíça, e sua ida a Havana, para a cúpula da Celac (Comunidade dos Estados Latino-Americanos e Caribenhos). A justificativa do Planalto é de que a escala era “obrigatória”, porque “dependendo das condições climáticas” o Airbus presidencial não teria autonomia para fazer o percurso até Cuba.

Dilma disse que não usou o cartão corporativo para pagar sua conta em Lisboa. “Posso escolher o restaurante que for desde que eu pague a minha conta. É uma exigência feita para todos os ministros que almoçam ou jantam comigo, têm que pagar sua conta.”

Mas o PSDB opinou que a viagem foi uma “extravagância com dinheiro público”, alegando que a presidente não tinha agenda oficial em Portugal. A oposição pediu abertura de inquérito civil público na Procuradoria-Geral da República e na Comissão de Ética Pública da Presidência, para avaliar se a escala feriu códigos éticos ou de conduta. (Uol/BBC Brasil)

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

FOLLOW @ INSTAGRAM