Valmir Assunção diz que ‘Casa do Hip Hop’ é uma grande conquista para a juventude negra da Bahia

Mais um importante passo foi dado pelo movimento hip hop da Bahia, na última quinta-feira (05), com a assinatura de termo de cooperação entre o diretor do CMA Hip Hop, Dj Branco, a Fundação Cultural do Estado (Funceb), a Secretaria de Cultura (Secult) e o Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural do Estado da Bahia (IPAC), para implantação da ‘Casa do Hip Hop’. A iniciativa foi celebrada pelo deputado federal Valmir Assunção (PT-BA), nesta sexta-feira (6), que acompanha o processo de perto. De acordo com o petista, diversas ações serão pensadas para que através da implantação da casa aconteçam feiras de empreendedorismo, atividades culturais, seminários, palestras e encontros de formação com a juventude negra para desenvolver sua arte.

“É um projeto que acompanho desde que era secretário estadual de Desenvolvimento Social e Combate à Pobreza. Uma iniciativa da CMA Hip Hop e de DJ Branco, um dos grandes articuladores do movimento na Bahia. É uma grande conquista a qual o mandato tem uma participação importante. É preciso também destacar a atuação da secretária Arany Santana pela iniciativa consolidada. Parabéns ao CMA pela conquista e reafirmo a parceira do mandato com as lutas sociais da juventude negra e do Hip Hop”, salienta o deputado federal. A estrutura do espaço será composta por estúdio de multimídia, sala multiuso, escritório, recepção (exposição de livros e quadros, loja colaborativa, sarau de poesias), banheiros, copa e depósito.

Participaram do ato de assinatura do termo de cooperação, na última quinta, a diretora do Funceb, Renata Dias, o diretor do Centro de Culturas Populares e Identitárias (CCPI), Renato Riella, o diretor do Ipac, João Carlos de Oliveira, a secretária de Cultura, Arany Santana, e diversas entidades de movimentos do Hip Hop e negro, organizações do Centro Histórico e da assessoria do mandato de Valmir Assunção. A Fundação Cultural é parceira da ação, e pretende realizar ações sócio-educativas e formativas na ‘Casa do Hip Hop’.

Outro importante ponto da parceria é o ‘Pouso das Artes’, que receberá artistas do interior que vão fazer oficinas e intercâmbios artísticos na ‘Casa do Hip Hop’ na capital baiana. “O local pretende ser um espaço de referência do movimento hip hop e da juventude negra do estado da Bahia, o qual chamamos de Polo de Formação e Produção Cultural, que vai trabalhar com arte-educação, empreendedorismo e tecnologia da informação” conta o idealizador do projeto, Dj Branco.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

FOLLOW @ INSTAGRAM